Brasil



AMB - Associação Médica Brasileira 
Presidente: Dr. Florentino de Araujo Cardoso Filho 
Contatos: +55 11 3178 6800 / +55 11 3178 6810 
Email: presidente@amb.org.br / secretaria.presidente@amb.org.br
Website: http://amb.org.br/


A Associação Médica Brasileira é uma sociedade sem fins lucrativos, fundada em 26 de janeiro de 1951, cuja missão é defender a dignidade profissional do médico e a assistência de qualidade à saúde da população brasileira. A entidade, presidida atualmente por Florentino de Araújo Cardoso Filho, possui 27 Associações Médicas Estaduais e 396 Associações Regionais. Compõem o seu Conselho Científico 53 Sociedades Médicas que representam as especialidades reconhecidas no Brasil. Buscando o aprimoramento científico e a valorização profissional do médico, desde 1958, a AMB concede Títulos de Especialista aos médicos aprovados em rigorosas avaliações teóricas e práticas. Por meio de sua Comissão Nacional de Acreditação, a AMB também trabalha na atualização dos Títulos, administrando os créditos necessários. A AMB tem atuado junto ao Ministério da Educação e no Congresso Nacional para combater a abertura de cursos de Medicina de má qualidade e rever as autorizações de funcionamento dos hoje existentes. Uma faculdade qualificada precisa ter requisitos básicos como: corpo docente capacitado na área médica, oferta de vagas de residência, unidades próprias de internação, ambulatorial e de emergência, centros cirúrgicos e obstétricos. Desde 2000, a AMB elabora as Diretrizes Médicas baseadas em evidências científicas com o intuito de padronizar condutas e auxiliar o médico na decisão clínica de diagnóstico e tratamento. As Sociedades de Especialidade filiadas à AMB são responsáveis pela elaboração do conteúdo informativo e do texto da diretriz. O Programa de Educação Médica Continuada (EMC) atualiza e democratiza o conhecimento científico. É gratuito, a distância e aberto à participação de todos os médicos brasileiros. O Programa é uma enorme contribuição à classe médica nacional, que beneficia diretamente a assistência à saúde da população brasileira. Por meio da Comissão de Assuntos Políticos, a AMB tem participado ativamente do Projeto de Lei 268/02, que regulamenta a Medicina. O projeto foi apresentado no Senado em 2002 e aprovado em 2006, quando seguiu para a Câmara Nesta casa,  o texto foi aprovado em 2009, mas com uma redação modificada, retornando ao Senado, onde tramita agora. O PLS define o que é o ato médico, sua abrangência e limites. Além disso, fortalece o conceito de equipe de saúde, pois respeita as esferas de competência de cada profissional. Elaborada e revista continuamente pela AMB, CFM e Sociedades de Especialidade, a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) relaciona todos os procedimentos médicos comprovados cientificamente, tornando-se referencial para a oferta de saúde de qualidade. Ao lado da representação médica junto às operadoras de plano de saúde e à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a Associação Médica Brasileira tem ainda trabalhado no Congresso Nacional para aprovar o Projeto de Lei 3466/04 , que considera a CBHPM como referencial na fixação da remuneração do médico no sistema suplementar.A AMB também integrou a Comissão responsável por elaborar o Plano de Cargos, Carreira e Valorização do Médico (PCCV) para que as entidades médicas possam negociar implantação nos estados e municípios.A entidade possui três canais de comunicação com o médico: JAMBRAMB e portal AMB. Desde 1958, o Jornal da Associação Médica Brasileira (JAMB) enfoca os desdobramentos da política médica e divulga notícias das associações estaduais e das sociedades de especialidade. Já a Revista da Associação Médica Brasileira (RAMB), editada desde 1954, foi ampliando sua área de influência: além de ser filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC) e a Associação Nacional das Editoras de Publicações (ANATEC), é indexada às bases de dados Scielo, Index Copernicus, LILACS, MEDLINE e Qualis B Internacional CAPES. A indexação em todas estas bases é uma garantia de qualidade do que é publicado e representa uma maior penetração das informações dentro da comunidade. Na internet, a AMB é representada pelo portal www.amb.org.br. O site é atualizado diariamente com notícias, comunicados e notas oficiais.A AMB atua ainda no Mercosul e, ao lado do CFM, integra a Confederação Médica Latino-Americana e do Caribe (Confemel). Ocupa também duas vagas no Conselho Diretor da Associação Médica Mundial e é membro-fundadora da Comunidade Médica de Língua Portuguesa.





CFM - Conselho Federal de Medicina 
Presidente: Dr. Carlos Vital Tavares Corrêa Lima 
Contatos: +55 61 3445 5902 / +55 61 3445 5975 
Email: presidencia@portalmedico.org.br 
Website:  http://portal.cfm.org.br/





O Conselho Federal de Medicina, CFM, é um órgão que possui atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica. Criado em 1951, sua competência inicial reduzia-se ao registro profissional do médico e à aplicação de sanções do Código de Ética Médica.Nos últimos 65 anos, o Brasil e a categoria médica mudaram muito, e hoje, as atribuições e o alcance das ações deste órgão estão mais amplas, extrapolando a aplicação do Código de Ética Médica e a normatização da prática profissional.Atualmente, o Conselho Federal de Medicina exerce um papel político muito importante na sociedade, atuando na defesa da saúde da população e dos interesses da classe médica.O órgão traz um belo histórico de luta em prol dos interesses da saúde e do bem estar do povo brasileiro, sempre voltado para a adoção de políticas de saúde dignas e competentes, que alcancem a sociedade indiscriminadamente.Ao defender os interesses corporativos dos médicos, o CFM empenha-se em defender a boa prática médica, o exercício profissional ético e uma boa formação técnica e humanista, convicto de que a melhor defesa da medicina consiste na garantia de serviços médicos de qualidade para a população.


Aceder à página Oficial

Dr. Florentino de Araujo Cardoso Filho

Presidente da Associação Médica Brasileira

Aceder à página Oficial

Dr. Carlos Vital Tavares Corrêa Lima 

Presidente do Conselho Federal de Medicina